Luta pelas vagas no Judiciário baiano vai provocar novas denúncias

Começou a luta pelas quatro vagas dos desembargadores que foram afastados por corrupção no Tribunal de Justiça da Bahia. O procurador-geral da República, Augusto Aras, tem um primo que quer disputar uma das vagas. O fato é que o envolvimento de um senador da Bahia neste escândalo a cada dia fica mais claro, e os valores por ele recebidos nas negociações da grilagem de milhares de quilômetros dos terrenos são impressionantes. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: