Advogado delator complica mais gente na Justiça baiana

O pendrive do advogado Júlio César Cavalcante Ferreira, que está preso na Operação Faroeste, não complicou só a vida do juiz Sérgio Humberto Sampaio, que também está preso. O advogado tinha o hábito de gravar todos os seus acertos de valores e pagamentos com vários parceiros. Tem conversas com produtores rurais do oeste baiano e também com políticos e magistrados. A PGR até agora denunciou quinze pessoas, outras vão aparecer, podem aguardar.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: