Graves banalidades

A decisão intempestiva, e fora de esquadro, da Procuradoria-Geral da República em dar parecer favorável ao abrandamento da pena do condenado Geddel Vieira Lima, o maior entocador de dinheiro vivo da história do Brasil, revolta 10 entre 10 brasileiros honestos. A montanha de dinheiro escondida em um apartamento classe média da Bahia, e que acabou dando muito trabalho à Polícia Federal, já não surpreende aos membros da PGR. Cinquenta e um milhões de reais em cédulas vivas e justificativas esfarrapadas por parte da família Vieira Lima já começam a ser tratadas, pelas autoridades, como crime menor. A impunidade é a saúva do Brasil.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: