Birra baiana III

Olívia Santana, deputada do PCdoB, e autodenominada “Negona da Cidade”, apesar de afirmar que sempre lutou pelas desigualdades e preconceitos raciais, é a mais incomodada com o surgimento do nome da major PM Denice Santiago, comandante da Ronda Maria da Penha. Acredita ser a única afrodescendente de real valor, tipo sangue-azul, para disputar o cargo de prefeita de Salvador , a cidade mais negra do mundo fora da África. Quanto à sua rival, uma neófita na política, a despeito de ser psicóloga, comandante militar e formada em gestão pública parece não estar a sua altura de líder da raça negra baiana. Dia 15 está se aproximando, data de definições partidárias no PT baiano, e caso não haja nenhuma “escaramuça petista”, outra “Negona” na política baiana vai se fortalecer. O governador baiano Rui Costa tem dito que a sua pré-candidata major PM Denice é alvo de “preconceito” por causa da origem social e por ser mulher e negra. E está se referindo tanto aos adversários históricos como aos aliados da sua base. Enfim, alguns vão continuar esperneando , até acalmar de vez a birra. É a política, baby!

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: