Bolsonaro recua e não quer entregar provas exigidas pela Justiça

O vídeo da reunião ministerial na qual Bolsonaro ameaça demitir o então diretor-geral da Polícia Federal, o superintendente do Rio de Janeiro e o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que Bolsonaro afirmou que divulgaria, agora ele retrocede e através da AGU não quer entregar a prova. Habilmente, o ex-ministro Sérgio Moro colocou como testemunhas os três oficiais generais do Exército que compõem o ministério já que eles, como militares, não podem mentir sob juramento. Desde ontem, Brasília está extremamente preocupada com este novo recuo de Jair Bolsonaro que prova que ele está mentindo. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: