Nada, nada bom…

Até o dia 10 de abril, por conta do coronavírus e seus reflexos, cerca de 600 mil empresas comerciais tinham fechado as portas no Brasil. As quedas nas vendas, naquele período, já atingiam a marca superlativa de 76%. Agora, decorrido mais um mês de guerra contra a covid-19, o segmento já espera que o triplo de comerciantes tenham “jogado a toalha”. Aqueles que continuarem com seus pontos de venda, quando o afrouxamento for possível, vão conhecer outra realidade angustiante que é a falta de dinheiro e até convicção de compra dos clientes. Os potenciais clientes ainda estarão bastante ressabiados, somente olhando vitrines com suas máscaras nas faces.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: