Média do bilhão II

As famílias Moreira Salles, Vilela e Setúbal, controladoras do Banco Itaú, terão que se desfazer de grande parte de seus investimentos em outras áreas para capitalizar a instituição, fortemente afetada pela inadimplência de pequenas e médias empresas, causada pela COVID-19. Participações em ativos como a CBMM, Duratex e Liquigás, que possuem maior liquidez, deverão ser as primeiras colocadas no mercado para levantar recursos para a capitalização. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: