Pesquisas desestabilizam Bolsonaro

Desde a saída de Moro e a demonstrada incapacidade de Bolsonaro liderar o país na crise do Coronavírus, verificamos nos resultados das pesquisas um declínio acentuado da aceitação do seu governo. A descompensação emocional do presidente se agrava a cada novo resultado negativo revelado nos números. O eleitor mais moderado fiel da balança com seu voto protesto contra o PT em 2018 que garantiu a eleição de Bolsonaro, traído e cansado de tanta tensão inútil, já deletou seu nome da cédula eleitoral de 2022.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: