Bolsonaro paga tudo para evitar o impeachment

Com mais de 30 pedidos de impeachment protocolados na Câmara dos Deputados, o presidente Jair Bolsonaro paga qualquer preço para não deixar o cargo antes do tempo. Adotou o ‘toma lá, dá cá’, se entregando ao Centrão que com o PP, PL, Republicanos, Solidariedade e o PTB somam 136 cadeiras. DEM, PSD e MDB juntos somam 98 cadeiras. Pros, PSC, Avante e Patriota têm 32 parlamentares. Se todos seguirem a orientação do Centrão, Bolsonaro pode não sofrer impeachment, mas ele não quer pagar para ver.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: