Quero porque quero

ACM Neto, prefeito de Salvador, não tomou uma oportuna decisão – nesse inferno da pandemia – em aprovar a instalação de um posto de combustíveis (mais um) bem no meio do canteiro central do bairro residencial de Ondina, às margens da bela orla da capital baiana, cartão postal de Salvador. O Ministério Público Federal na Bahia já está com uma representação contra a obra que afetaria a saúde de transeuntes, moradores, universidade federal e pacientes de clínicas próximas. O “soberano”, como é conhecido ACM Neto na mídia local, pode até materializar mais um dos seus desejos, mas vai ter um grande desgaste político pra enfrentar.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: