Cobrança cruel

Os comerciantes de Salvador estão cada vez mais revoltados com o prefeito ACM Neto, que se recusa a abrir os shoppings da cidade. Megafones, buzinaço, carreatas, vídeos nas redes sociais, reclamações nos veículos de comunicação, mas nada consegue mudar a cabeça do jovem prefeito. Agora, engrossam um abaixo-assinado exigindo que a prefeitura, pelo menos, interrompa a cobrança de tributos municipais tais como TFF, ISS e IPTU dos lojistas. Segundo eles, apresentam um pacote de cobrança cruel, já que todos os negócios soteropolitanos estão fechados e proibidos de funcionar, diferentemente de outras capitais do país. Os cofres municipais continuam impassíveis cobrando tudo, tudo, tudo… “Esperteza, quando é muita, come o dono”, ensina o provérbio popular.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: