Desobediência civil

O avanço da pandemia e o movimento da população em direção à flexibilização, já farta do isolamento social, está dando muita dor de cabeça aos gestores públicos municipais do país. Tanto faz se os fiscais dos serviços de saúde estão fiscalizando o rico e badalado Baixo Leblon do Rio de Janeiro, ou o “paredão” de som do periférico bairro do IAPI, em Salvador. Ricos e pobres não respeitam mais as recomendações de saúde, e tentam burlar as leis enfrentando o vírus de cara limpa, se aglomerando, ironizando o novo coronavírus, e enfrentando as autoridades.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: