Não é comigo não

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, desde o início da pandemia vem se batendo com o abre-fecha de seu comércio local, de costas para as recomendações médicas estaduais e sofrendo, pela teimosia, com a rápida expansão da pandemia em sua região. Mediante ao quadro preocupante, o governo do estado correu com a construção do maior e mais bem equipado Hospital do interior da Bahia – o Clériston Andrade 2 – no município. Semana passada entregou mais de 5700 metros quadrados de área construída, com dezenas de novos leitos UTI covid, uma dúzia de salas cirúrgicas, e o único tomógrafo com inteligência artificial na captura de imagens e reduzido índice de radiação do país. Surpresa! O amuado prefeito Colbert Martins não compareceu ao evento de entrega. Para ele, dispor, em sua cidade, do equipamento público de saúde mais moderno do interior do estado deve ser ignorado, tal qual um placebo qualquer. Uma gestão municipal sem cura nem vacina!

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: