Sem candidatos

O Governo Federal tem tido enormes dificuldades para encontrar alguém da iniciativa privada que tope assumir a presidência do Banco do Brasil. Como a equação entre risco e retorno não fecha para a maioria dos sondados, a saída deve ser a indicação de alguém de carreira ou, para variar, um reservista com experiência na área financeira. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: