Feijão quase maravilha

O apóstolo Valdemiro Santiago, da Igreja Municipal do Poder de Deus, precisa urgentemente calibrar melhor a mira de seus pedidos de milagres. As coisas não estão dando muito certo. Agora, veio mais uma notícia ruim para abalar, ainda mais, as combalidas finanças da sua corporação religiosa. O Ministério Público Federal ajuizou uma ação civil pública cobrando pela divulgação de uma cura falsa para a covid, usando feijões, inclusive com atestado médico. A revelação, veiculada no YouTube, dava conta de uma fiel, plenamente curada, usando “o remédio milagroso”. As sementes estavam sendo vendidas a R$ 1 mil pela Igreja, e a multa do MPF é da ordem de R$300 mil. Ou seja, cerca de 300 porções do “feijão milagroso”.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: