Vale tudo

Apostas cada vez maiores para ocorrer um segundo turno na disputa pelo Palácio Municipal de Salvador. A estratégia do governo do estado, opositor à gestão atual do prefeito ACM Neto, é embaralhar o jogo com múltiplos candidatos. Uma “chapa-de-saias” com a major Denice Santiago e outra parceira a ser escolhida, outra juntando as mãos contritas de dois pastores bons de voto – Isidório e Lázaro -, e mais uma chapa com partidos ligados ao governador Rui Costa. Está em andamento a alquimia certa para embolar tudo, e levar a disputa para uma segunda votação. Aliás, tudo que o jovem Neto não quer nem pensar. Assim, de agora em diante, na Bahia começam a acelerar as mandingas e “trabalhos” espirituais entre os adversários. Periga dar empate com o acúmulo de despachos umbandistas de um lado e de outro.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: