Eu quero, porque quero

Ninguém entendeu a decisão do prefeito de Salvador, ACM Neto, de adiar a abertura dos clubes da capital baiana, marcada para esta semana. A mídia baiana mais corajosa, e independente, vem criticando algumas ordens administrativas do prefeito, apelidado de “o pequeno ditador”. Nesse episódio equivocado de adiar, mais uma vez, a abertura dos clubes, cai por terra o argumento do prefeito de querer evitar aglomerações, haja vista que milhares de passageiros viajam nos ônibus e metrôs, diariamente superlotados de Salvador. O teimoso ACM Neto perde muito em, pelo menos, não flexibilizar a abertura de parques, praias e clubes sociais em uma cidade com muito pouco lazer público.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: