Um upgrade de respeito

O Ministério Público de Contas quer explicações do governo de São Paulo sobre a compra de 18 milhões de máscaras dos tipos respirador e cirúrgicas descartáveis, e que foram importadas sem necessidade de licitação. A empresa escolhida não tem grande lastro financeiro, e oferece um mix variado de produtos que vai de comércio varejista de brinquedos, artigos recreativos e até móveis. O valor de aquisição das máscaras foi de R$67 milhões, sendo que a empresa tem capital social de apenas R$50 mil, com instalações físicas bem modestas para o volume do negócio fechado.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: