Foi-se o tempo

Um lote VIP de acusados afastados pelo Conselho Nacional de Justiça, por envolvimento em malfeitos, agregando meia dúzia de altos integrantes do Tribunal de Justiça da Bahia e um juiz, incluindo a presidente do tribunal, Maria do Socorro, ainda presa. Mais um lote de investigados em outra corte baiana – Tribunal Regional do Trabalho –  onde são relacionados mais cinco desembargadores e um juiz. Todos envolvidos em supostas atuações ilegais na magistratura e vendas de sentenças judiciais no estado… Atualmente, como resultado do conjunto negativo da obra, a justiça baiana é considerada uma das piores representantes do Poder Judiciário nacional, dentre todos os outros estados. Apaga-se, pouco a pouco, nomes emblemáticos da importante história da Corte jurídica da Bahia. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: