O Rio de Janeiro não merece isso! III

Existe um documento oficial para ser lido pelos ministros do Supremo Tribunal Federal mostrando que traficantes e milicianos controlam 14% dos postos de saúde, comandam áreas onde 500 mil alunos estudam, dominam 13,6% das zonas eleitorais e mandam, de forma organizada, na vida de milhões de habitantes de 1413 comunidades cariocas. O documento enviado ao Supremo Tribunal Federal é um apelo social contra a decisão final do plenário daquela corte proibindo ações policiais nos morros da Cidade Maravilhosa enquanto a pandemia perdurar. Um detalhe de como andam as coisas: a milícia atua em quase 300 localidades, e a polícia já levantou que mais de 56 mil indivíduos portam, tranquilamente, fuzis ou pistolas travando disputas entre eles pela posse de áreas urbanas. Vimos isso, ao vivo, nessa semana.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: