Insulina made in Bahia II

O projeto baiano de fabricar insulina é tão impactante que o cartel internacional da insulina já começou a se mobilizar. Utilizando porta vozes pagos, travestidos de dirigentes de Associações de Diabetes, incluindo um deles que ostenta currículo com pós-graduação paga por fabricante de insulina. O “representante desesperado” distribui, agora, releases questionando a iniciativa do governador petista Rui Costa. O secretário de saúde da Bahia, cardiologista Fábio Vilas-Boas, avalia a fábrica como “um ato de salvaguarda para a saúde dos brasileiros e um marco de independência nacional, pois irá suprir o SUS, e comercializar o excedente de sua produção nos mercados privado e externo, de forma justa”.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: