Unidos venceremos

Os procuradores da Lava Jato que se rebelaram contra a Procuradora da República, Viviane de Oliveira, deram um basta “à situação insustentável”, segundo eles, pelas continuadas tentativas de desmonte da operação, com tomada unilateral de decisões de Viviane, criando “incompatibilidades insolúveis” no grupo de trabalho. Os sete integrantes da força tarefa da Operação Lava Jato que renunciaram são os procuradores Janice Ascari, Guilherme Rocha, Thiago Nobre, Paloma Ramos, Marília Soares, Paulo Ferreira e Yuri da Luz alegando viverem uma situação inusitada porque Viviane de Oliveira chegou há menos de dois meses na Força Tarefa, portanto ainda não engajada e não conhecedora real dos casos em curso, e já apresentando desejos de redistribuir várias investigações em curso e, principalmente, querendo adiar a operação que atingiria o senador José Serra. O procurador-geral da República, Augusto Aras, recebeu o documento oficial de renúncia. Agora, resta aguardar o desfecho. Mas, que os renunciantes lacraram, lacraram mesmo.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: