Nós ou eles?

Em um mundo globalizado, a grande maioria dos países renega o célere avanço das solitárias pesquisas russas para a descoberta da vacina contra a Covid-19, e já disponibilizada para a população na segunda quinzena deste mês de setembro. O Ministério da Saúde da Rússia não deu bola para as recomendações e críticas dos organismos científicos de todo o mundo, e lança, em tempo recorde, a vacina denominada SPUTNIK V. Agora, uma grande expectativa e dúvida: estarão certos, os russos, em se desligar de um mundo científico engessado em normas, protocolos e procedimentos técnicos frente a uma epidemia mortal? O tempo dirá.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: