Notícias que não podem calar

A recente revelação que surpreendeu o mundo de que o presidente Trump sabia da gravidade da covid, logo no início da pandemia, mas optou por minimizar os riscos para o público, levanta algumas questões. Este blog com o título “nem amigo nem inimigo”, e editado por veteranos profissionais da imprensa, apresenta dois pontos importantes:

    1.    Um jornalista famoso, por mais amigo e ouvinte do presidente, não poderia pactuar com Trump ajudando a esconder a apreensão do presidente quanto à doença. Existem fatos que não podem ser enquadrados na condição de “off the record” (fora de registro, compromisso de não revelar);

    2.    Certamente, se o jornalista fosse menos cúmplice e mais profissional, a veiculação da notícia verdadeira da gravidade da covid, logo no início da pandemia, desencadearia outras ações administrativas dos demais líderes mundiais, considerando a importância e a influência do poderoso presidente americano em todo o mundo. Por cá, quem sabe, o presidente Bolsonaro não embarcasse na posição negacionista inflexível sobre a covid-19. Em todo o mundo, quantos deixariam de morrer…

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: