Porto (Todo) Seguro II

Nem só de conchavos e de apadrinhamento político vive o Judiciário. Mesmo sendo defendido por advogados cuja família é de ministros aposentados do Superior Tribunal de Justiça, o ex-prefeito José Ubaldino Alves Pinto Júnior teve um pedido de liminar para suspender condenação do TCU negado na tarde de ontem. O Desembargador Federal Daniel Paes Ribeiro, do Tribunal Regional Federal de Brasília, decidiu manter a inelegibilidade de Ubaldino. Com o acórdão do TCU e também pela condenação em ação de improbidade referendada no mesmo TRF1, dois obstáculos intransponíveis para uma candidatura, o ex-prefeito terá de jogar a toalha e aceitar ser substituído pelo seu primo, o deputado federal Uldurico Júnior, como já noticiado nesse site.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: