Forte, mas sem força

Na realidade, o setor de eventos em geral se sente invisível no estado São Paulo e no país, está fora das listas de medidas de proteção e ajuda oferecidas pelos governos. Um setor forte, gerador de milhões de empregos, mas que está sentido agora o péssimo trabalho realizado por suas entidades, que não se fizeram respeitar como força motora da economia, fundamental para o país. O dinheiro gira farto e fácil, mas os interesses individuais de suas entidades representativas até agora, deixaram o setor vulnerável e  sem força junto ao poder público e político. É um setor que não é levado  a sério, mesmo faturando milhões de dólares no país.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: