Insensível

Por mais que se esforce em explicar a situação de perigo com a pandemia e as precauções para o retorno da vida comum para a população da capital baiana, o prefeito ACM Neto, amplia, em muito, sua legião de críticos. A revolta maior vem dos empresários de serviços e entretenimentos que culpam o alcaide por aleijar de morte a economia soteropolitana nesse ano de 2020, com a teimosa decisão de negar a abertura integral dos seus negócios, diferentemente de outras capitais do país. E o ódio é maior, a cada mês, quando chegam os boletos do IPTU ou do PAD, sem qualquer abatimento nos valores cobrados pela Prefeitura, mesmo decorridos mais de seis meses de prejuízos com a pandemia.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: