Respirador I – O PESADELO CONTINUA II

Comenta-se nos bastidores do CAB que a Avon solicitou ao Governo do Estado a liberação para vender parte da área que a extinta SUDIC cedeu anos atrás para implantar sua unidade em Simões Filho. Até aí tudo bem! O problema é que a Avon adquiriu uma área muito maior do que ela efetivamente usou para implantação da unidade. Ao invés de reverter esta área não utilizada para o patrimônio do Estado, corre a boca miúda que o Governo vai autorizar a Avon alienar este remanescente, gerando prejuízo aos cofres públicos pela especulação imobiliária gerada pela Avon.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: