XÔ COVID, XÔ COVID!

Roberto Medina, criador do Rock in Rio, está angustiado para conseguir realizar seu mega-festival de música nos meses de setembro e outubro do próximo ano. O empresário vê o tempo passar, a covid continuar derrubando réveillons e carnavais por todo o país, e ameaçando, desde já, o seu evento internacional de música 2021. Em desespero de causa lançou a confusa e incompreensível frase “O ser humano é coletivo e a vida é ao vivo”, tentando justificar a realização futura do evento que reuniu, na última edição, 700 mil pessoas em área de 385 mil metros quadrados dançando coladinhos por sete dias. Tá osso!

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: