Incompetência, falta de visão ou apenas política

Feiras e Congressos são ferramentas que movimentam 54 setores diferentes, gerando negócios, empregos, renda e conhecimento. O fim deste tipo de evento é uma perda gigantesca para estados e municípios. No turismo de negócio a arrecadação de impostos é garantida, já que expositores e visitantes são obrigados por suas empresas a pedir nota fiscal para comprovarem seus gastos, o que não acontece em outros tipos de turismo. Nem especialistas, nem empresários do setor entendem a falta de apoio e políticas públicas do governo petista para o setor. Tem gente que arrisca um motivo: “Para o PT, destruir o turismo na Bahia é destruir a principal marca dos governos de ACM…” E Salvador foi a única cidade brasileira a fazer parte da lista anual do The New York Times, como um dos 52 lugares a serem visitados em 2019.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: