Desfaçatez na calada da noite (I)

Pela segunda vez em cinco dias se encontraram, agora na casa de Dias Toffoli, o presidente Bolsonaro, seu indicado à vaga do STF e o presidente do senado Davi Alcolumbre. Cada um com seu nada suspeito interesse pessoal, com certeza articulavam avanços na parcialidade, no aparelhamento do STF, abrigo dos poderosos. Ausência sentida na roda de cerveja foi Gilmar Mendes, estava ocupado suspendendo investigações da Operação E$quema S do Rio em proteção aos advogados de Lula, de Bolsonaro e o presidente da OAB. O “mecanismo” não pode parar.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: