Paulistas inflacionam diárias no extremo sul da Bahia

Acredite se quiser! No extremo sul da Bahia tem paulista pagando 150 mil reais de diária por uma casa na Praia do Espelho. Tem paulista pagando um milhão e meio por dez dias em uma casa na beira da praia em Trancoso. Trancoso, hoje, é um território muito mais paulistano do que baiano. Os hotéis localizados da Ponta do Apaga Fogo até o parque já estão todos lotados. Bem verdade que tudo isso é em razão da proibição dos países europeus, que não aceitam turistas brasileiros nesta pandemia. Itália, Espanha, Grécia, França, Grã-Bretanha e outros países fortíssimos no turismo mundial fecharam as fronteiras para o Brasil. Só restam aos brasileiros o turismo doméstico, e São Paulo atesta sua força econômica dominando o país, principalmente o extremo sul. Salvador já não é mais atração turística e na Estrada do Coco os turistas são muito mais do interior da Bahia, além daqueles que fogem da Lava Jato e da Covid-19.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: