Em 180 dias de pandemia uma onda de feminicídios

São Paulo, Minas Gerais e Bahia são os estados com maior índice de agressões e feminicídios. É um dado preocupante e que deve chamar a atenção da Justiça, porque no instante em que o feminicida é preso, e se vale de habeas corpus, a coisa tende a se agravar.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: