É para ontem!

O secretário da Saúde da Bahia, cardiologista Fábio Vilas-Boas, preocupado com o recrudescimento da pandemia em decorrência de multidões sem máscaras em comícios e caminhadas políticas pelas cidades do interior do estado, subiu o tom na mídia baiana. Vilas-Boas, considerado em Brasília como um dos mais aplicados gestores de saúde pública do país, e com bom trânsito no Ministério da Saúde, empenha-se para que o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia proíba, urgentemente, os excessos eleitorais na corrida pelos votos. A bola, agora, está com o TRE/Ba, o único órgão que pode botar ordem na área. E sem “fazer cera”, pois a Covid-19 ainda está em campo.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: