Ordem cumprida

O deputado baiano Capitão Alden (PSL), se apressou a apresentar um projeto de lei na Assembleia Legislativa que propõe proibir a vacinação compulsória contra o novo coronavírus naquele estado. Incluindo multa ao gestor médico envolvido na ação de vacinação. O parlamentar, ferrenho bolsonarista, é o mesmo que invadiu armado, alguns meses atrás, uma unidade médica da Bahia, atendendo a convocação do presidente para que todos os brasileiros fossem conferir a utilização e a disponibilidade de leitos de Covid nos hospitais em todo o país. De capitão para capitão.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: