Torcedores são a voz do povo (I)

A revolta dos torcedores, a rejeição de patrocinadores do Santos e Atlético MG impediram a contratação de dois craques por condutas antiéticas. A manifestação contrária a Robinho e Thiago Neves demonstram a força de novos critérios de aceitação de estrelas não só do futebol, mas de outras personalidades públicas também. Esse novo paradigma de comportamento ético já está incorporado na sociedade, nos negócios e deu provas de ser o valor principal que vai definir o nível de tolerância de torcedores, eleitores, investidores, etc.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: