Sem privilégios

Uma prova de coragem e independência foi o que os telespectadores americanos assistiram ontem em transmissões da fala do presidente Trump tentando disseminar suas denúncias falsas sobre a apuração eleitoral norte-americana. Ao vivo, redes tradicionais como ABC, NEBC e MSNBC interromperam o pronunciamento do presidente, alegando falta de embasamento em suas acusações. O exemplo, além de comprovar a democracia na comunicação daquele país, mostra ao mundo como devem se comportar os donos de veículos de comunicação – sem qualquer subserviência à qualquer poder constituído.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: