Derrota de Trump antecipa o outono de Bolsonaro (I)

A derrota de Trump teve como fator-chave seu negacionismo diante da tragédia da pandemia do coronavírus e a tolerância com a violência dos supremacistas brancos. Foi uma forte sinalização para seu clone tropical Bolsonaro, negacionista da pandemia como seu guru Trump e que faz da arrogância e radicalismo um traço comum. Esses comportamentos messiânicos têm efeitos destrutivos na política e não se sustentam com fake news. O outono chegou mais cedo do que se esperava para o capitão. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: