O Amapá pode ser aqui

Em um país onde apagões como o do Amapá ainda acontecem, acabar com os incentivos para a geração distribuída, como foi deliberado pelo TCU na última quarta-feira, poderá custar a estabilidade do sistema elétrico. Com bilhões de reais investidos por cidadãos desde a criação de incentivos, a geração de energia dos painéis solares das residências e comércios tem aumentado razoavelmente a confiabilidade do sistema por gerar energia ao lado do consumo. Diferentemente da tese defendida pelo TCU, os incentivos à geração distribuída tem retornado sim a todos os consumidores, uma vez que, gerando energia próxima ao consumo são economizados bilhões de reais que teriam que ser investidos em linhas de transmissão e subestações para trazer energia de grandes plantas localizadas no meio do nada como, por exemplo, Belo Monte.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: