Apatia perversa do Congresso em 2020 I

O ano de 2020 caminha para seu encerramento e nos deixa uma dura realidade: nosso Congresso Nacional, aproveitando-se da crise provocada pela pandemia, fugiu de suas responsabilidades por falta de atividades rotineiras e relevantes para as demandas da sociedade, uma inanição política orquestrada para atender interesses de seus dirigentes. O Executivo e Judiciário rapidamente se adaptaram às restrições do isolamento e deram sequência às suas rotinas. Por iniciativa de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, a Câmara e Senado hibernaram em 2020, deram as costas para agenda de mudanças tão esperadas e necessárias justo no ano mais difícil de nossa história recente. As comissões importantes foram suspensas atendendo às oligarquias, as agendas de votações são manipuladas e em meio a essa paralisia as despesas correram soltas. Desfaçatez vergonhosa.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: