Senador estuprador pede socorro aos colegas por telefone

O senador pelo Tocantins Irajá Silvestre Filho, que segundo inquérito policial aberto dopou e estuprou uma jovem de 22 anos de idade em
São Paulo, disparou uma série de telefonemas para seus colegas de Senado pedindo ajuda, o que contou aliás com a ajuda da mãe senadora Kátia Abreu, hospitalizada em São Paulo com comprometimento pulmonar em decorrência da Covid. Ele não quer ir para o Conselho de Ética mas o fato revoltou os senadores independentes, que vão aguardar o resultado do inquérito.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: