Dama de ferro

Ao se ler trechos da entrevista de Rosângela Moro sobre seu livro, entende-se o ditado “Por trás de um grande homem está sempre uma grande mulher”. A advogada, esposa do juiz icônico Sérgio Moro, mostra personalidade marcante em três trechos, pelo menos. “Sob regência do PT, o país tinha órgãos de fiscalização e controle, como o Lava Jato, mais fortalecidos do que atualmente”; “Mais ou menos dias, o sistema detonaria Moro para se proteger ou impedir avanços anticorrupção”. E como o país não avança na moralidade, afirma ela “Brasília vive numa bolha, o que impede melhores pessoas que poderiam estar na política a saírem de suas zonas de conforto”. O orgulhoso Moro já revelou tratá-la carinhosamente como a “Dama de Ferro”…

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: