Moro provoca ciúmes e temor (I)

Eram esperadas reações contra o novo emprego do ícone da Lava Jato. A OAB quer saber o “job description” de Moro na multinacional, total falta de autocrítica. Já o Estadão em editorial, além da euforia com os resultados da eleição pelo retorno ao cenário político do establishment (Centrão), encaixou no texto suas críticas ao “lavajatismo” que nunca aceitou. OAB e Estadão representam os vícios das elites conservadoras e continuam em ostensiva defesa do “status quo” nocivo vigente. Moro é seu algoz.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: