Pai e filho que receberam da Odebrecht e da OAS devem ser julgados pelo STF

Os processos de Cesar Maia, reeleito vereador pelo Rio, e seu filho, o deputado federal Rodrigo Maia, que preside a Câmara dos Deputados, já estão quase concluídos no STF. Eles são acusados de receber propina da OAS e da Odebrecht. Existe uma movimentação muito grande para adiar o julgamento, já que Rodrigo tenta uma manobra para voltar a se reeleger. Está justificado o empenho do DEM em não aceitar Sérgio Moro na sucessão presidencial em 2022.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: