Dois genocidas numa guerra de egos

É urgente o impedimento de Bolsonaro e Dória de qualquer decisão que envolva um plano nacional de vacinação para combater o vírus da Covid-19. Esses dois ignóbeis políticos, cegos por uma ambição doentia, traçam diretrizes oportunistas que atendem apenas seus interesses eleitorais. A sociedade clama por um premente e eficaz plano de vacinação sem viés político, em bases científicas e nas experiências anteriores de sucesso da Saúde Pública em programas de vacinação em massa. A guerra de egos os faz insensíveis à tragédia dos 174 mil mortos pela pandemia, defendem bandeiras de fabricantes de vacina como torcedores apaixonados de futebol. Infectologistas, epidemiologistas, especialistas de saúde pública estão estarrecidos com as atitudes inescrupulosas de Bolsonaro e Dória.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: