O choro é livre e sem razão (I)

Como um porta-voz dos governadores, Ronaldo Caiado atirou pesado contra Doria: os paulistas não podem iniciar a vacinação antes dos demais brasileiros. Doria não é nenhum santo e age no caso da vacina chinesa por interesses eleitorais. A bem da verdade, entretanto, o governador de São Paulo através do Butantã vem sozinho e sem qualquer apoio de outros governadores carregando há meses a bandeira da agilidade na vacinação, enfrentando toda a animosidade de Bolsonaro que não aceita a vacina chinesa. Caiado atirou para o lado errado, o alvo deveria ser a submissão do Ministério da Saúde a um aloprado que procrastinaram um programa nacional de vacinação, como bem disse a Frente Nacional de Prefeitos. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: