Prevaricação

Muito grave… gravíssimo por tratar-se de saúde pública. Segundo o CEO da Pfizer no Brasil, Carlos Murillo, desde agosto o laboratório aguarda uma resposta do governo Bolsonaro para aquisição da vacina, mas nunca receberam nem um SIM, nem um NÃO como resposta. A formalização da transação ficou “esquecida”, mesmo com a especificação, no documento, da necessidade de uma resposta definitiva do governo brasileiro. Que nunca chegou! Se o Ministério da Saúde se manifestasse no tempo certo,  milhões de brasileiros já teriam a vacina disponível agora. Atualmente é impossível. Diversos países responsáveis e sérios já iniciaram suas campanhas para salvar vidas.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: