A ex-ministra volta a atacar

A ex-ministra Eliana Calmon, cujo prestígio no mundo jurídico no país é incontestável, reafirmou, ontem, que quando ela estava no comando pensou em punir alguns ministros e desembargadores baianos que atuavam no Tribunal de Justiça da Bahia e no Tribunal Regional do Trabalho. Um deles soube antecipadamente e pediu aposentadoria. Tinha como padrinho o ministro do STF Marco Aurélio. Nas atuais investigações muita gente ainda vai ser apanhada. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: