Mais uma desembargadora baiana que vem se hospedar na Papuda

Amanhece hoje na Penitenciária da Papuda, em Brasília, a desembargadora Lígia Ramos, do Tribunal de Justiça da Bahia, presa pela Operação Faroeste da Polícia Federal, e que estava em prisão domiciliar até ontem porque se recuperava de uma cirurgia na vesícula. Ficará na Papuda por noventa dias em prisão preventiva. Terá a companhia na Penitenciária da ex-presidente do TJ Bahia, Maria do Socorro, presa ali há mais de um ano pelo mesmo delito de acusação de venda de sentenças na Corte baiana. Outros magistrados envolvidos estão sendo aguardados em breve…

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: