Ainda esperando a Anvisa

O ex-ministro Luís Henrique Mandetta, depois que deixou a pasta da Saúde, demitido por Bolsonaro, está cada vez mais ácido em suas críticas aos planos do governo federal no combate à pandemia. Segundo ele, depois das festas de fim de ano e o recrudescimento dos casos de Covid, a ANVISA vai sofrer uma imensa pressão popular para sair da inércia com a execução do seu Plano Nacional da Imunização “Se tiver que vacinar 150 milhões de pessoas num intervalo de dois meses o SUS sabe como fazer. O SUS é um exército e sabe vacinar com os pés nas costas. Mas tem que ter líder, planejamento, tem que ter organização, capacitação, e me parece que isso daí passa longe hoje do Ministério da Saúde.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: